Da/na palavra e(m) ação, discurso e poder: diálogos filosóficos

Autores

Palavras-chave: filósofos, língua(gem), discurso, antiguidade, atualidade

Resumo

DOI: https://dx.doi.org/10.35572/rlr.v9i3.1701

Os embates filosóficos na era antiga se debruçavam sobre as questões acerca do homem e(m) suas relações sociais. Dentre as questões discutidas, a relevância da língua(gem) nesse processo de significação do homem no mundo é um ponto de concordância entre eles. Na esteira dos estudos da língua(gem), a língua surge como algo diferente, incitando a estudiosos a compreendê-la a partir de em vertentes teóricas distintas. Considerando que os discursos são estruturados numa relação entre atualidade e memória, buscamos neste trabalho percorrer os caminhos trilhados por filósofos e estudiosos da língua(gem) ao longo dos tempos – quais sejam Aristóteles, Mikhail Bakhtin e Michel Pêcheux – para melhor compreendermos o processo complexo pelo qual sujeitos e sentidos se constituem mútua e concomitantemente. Em nossa reflexão, levamos em consideração as diferentes condições de produção em que essas reflexões foram desenvolvidas, tomando como elo norteador a dialogicidade inerente à relação entre sujeito e língua, apontada, a seu modo, pelos filósofos aqui apresentados. Ao longo de nossa reflexão, compreendemos que o discurso, enquanto lugar de materialização da ideologia, é uma instância de poder na e pela qual se fundam as relações de tensão inerente às práticas entre os sujeitos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elaine Pereira Daróz, Universidade de São Paulo

Pós-doutorado pela Universidade de São Paulo, campus Ribeirão Preto (USP/FFCLRP) com apoio
FAPESP (Prot. nº 2018/13017-2), onde realiza pesquisas acerca da temática do feminino numa perspectiva histórico-discursiva. Doutora em Estudos de Linguagem pela Universidade Federal Fluminense (UFF/CAPES/FAPERJ). Doutorado sanduíche Universidade Sorbonne Nouvelle, Paris 3 (CAPES). Mestre em Ciências da Linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco e possui graduação em Letras - Português-Inglês pela Faculdades de Letras Dom Bosco.

Referências

ALTHUSSER, L. Ideologia e Aparelhos ideológicos do Estado. Lisboa: Presença, 1970.

ALTHUSSER, L. Análise crítica da teoria marxista. Rio de Janeiro: Zahar, 1967.

AYMARD, A.; AUBOYER, J. O Oriente e a Grécia Antiga. São Paulo: Difusão Europeia do Livro, 1962.

ARISTÓTELES. Política. Brasília: Editora da Univesidade de Brasília, 1988.

ARISTÓTELES. Retórica. Introducción, traducción y notas por Quintín Racionero. Madrid: Editorial Gredos, 1990.

ARISTÓTELES. Retórica das Paixões. Prefácio Michel Meyer. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

DIAKOV, V; KOVALEV, S. Histoire de L’Antiquite. Moscou: Editions en langues etrangeres, s/d.

BAKHTIN, M. Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: Hucitec, 2002

BAKHTIN, M.; VOLOCHINOV, V. Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: Hucitec, 1988.

BOAS, F. A mente do ser humano primitivo. Petrópolis: Vozes, 2011.

COURTINE, J. J. O Chapéu de Clémentis: observações sobre a memória e o esquecimento na enunciação do discurso político. In: INDURKY, F. (org.). Os múltiplos territórios da análise do discurso. Porto Alegre: Sagra Luzzato, 1999.

ORLANDI, E. Análise de Discurso: princípios e procedimentos. São Paulo: Pontes, 1999.

ORLANDI, E. P. Análise de discurso: princípios e procedimentos. Campinas: Pontes, 2003.

ORLANDI, E. P. Discurso e texto: formulação e circulação dos sentidos. Campinas: Pontes, 2001.

PÊCHEUX, M. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Campinas: Editora da Unicamp, 1988 [1975].

PÊCHEUX, M. Papel da memória. In: ACHARD, P. (org.). Papel da memória. Campinas: Pontes, 1999 [1983].

PÊCHEUX, M. Análise automática do discurso (AAD-69). In: GADET, F.; HAK, T. (orgs.). Por uma análise automática do discurso. Campinas: Editora da Unicamp, 1997 [1969].

PÊCHEUX, M. O discurso: estrutura ou acontecimento. Campinas: Pontes, 1990 [1983].

SARAMAGO, J. Memorial do convento. Lisboa: Caminho, 2006.

VOLOSHINOV, V. [BAKHTIN, M.]. Marxismo e filosofia da linguagem: problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem. São Paulo: HUCITEC, 1979.

Downloads

Publicado em

26 de setembro de 2023

Como Citar

DARÓZ, E. P. . Da/na palavra e(m) ação, discurso e poder: diálogos filosóficos. Revista Letras Raras, Campina Grande, v. 9, n. 3, p. Port. 215–227 / Eng. 214, 2023. Disponível em: https://revistas.editora.ufcg.edu.br/index.php/RLR/article/view/1214. Acesso em: 19 abr. 2024.

Seção

Artigos de temas livres