Um possível diálogo entre a Linguística da Enunciação e a Ecolinguística

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.8152651
Palavras-chave: Enunciação, Ecolinguística, Linguística Ecossistêmica, Língua como interação

Resumo

O presente artigo tem como objetivo uma análise dos possíveis diálogos entre a Linguística da Enunciação e a Ecolinguística, considerando-se principalmente os estudos de Benveniste e Bakhtin, no campo da Enunciação, e Couto, no campo da Ecolinguística, sobretudo a Linguística Ecossistêmica. Propõe-se essa inter-relação visto que ambos os campos representaram uma grande mudança no que se vinha fazendo até seu surgimento, oferecendo novas formas de se estudar e enxergar os fenômenos linguísticos, portanto, apresentam alguns pontos em que diferem e outros que têm em comum. Assim, pode-se notar a presença de traços das teorias da enunciação nos pressupostos da Ecolinguística/Linguística Ecossistêmica, apesar desta ter reelaborado os conceitos e apresentado uma perspectiva reformulada. A relação entre os campos teóricos se dá no que tange à ecologia da interação comunicativa. Porém, a Linguística Ecossistêmica inova mais no sentido de olhar para seu objeto em sua integralidade e não ver a língua como realização de um sistema que produz um texto, mas como interação (comunicativa) entre duas pessoas. Enfatiza-se o todo da interlocução, não apenas seu produto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mayara Macedo Assis, Universidade Federal de Goiás

Mestranda em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Goiás (UFG), com atuação na área de Linguística Ecossistêmica.

Elza Kioko Nakayama Nenoki do Couto, Universidade Federal de Goiás

Doutora em Língua Portuguesa pela Pontifícia Católica de São Paulo (PUC-SP), atual professora Associada da Universidade Federal de Goiás (UFG). Vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística, com trabalhos na área de Linguística Ecossistêmica.

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Os gêneros do discurso. Tradução de Paulo Bezerra. São Paulo: Editora 34, 2016.

BAKHTIN, Mikhail; VOLOCHINOV, Valentin Nikolaevich. Marxismo e filosofia da linguagem. Tradução de Michel Lahud e Yara Frateschi Vieira. São Paulo: Hucitec, 2006. BENVENISTE, Émile. Problemas de linguística geral I. Tradução de Maria da Glória Novak e Luiza Neri. São Paulo: Nacional/Edusp, 1976.

BENVENISTE, Émile. Problemas de linguística geral II. Tradução de Eduardo Guimarães. Campinas, SP: Pontes, 1989.

COUTO, Elza Kioko Nakayama Nenoki do. 10 anos de Ecolinguística no Brasil: inovações e reinterpretações. In: Linguística Ecossistêmica: 10 anos de Ecolinguística no Brasil. Campinas, SP: Pontes Editores, 2017, p. 45-64.

COUTO, Elza Kioko Nakayama Nenoki do. Ecolinguística – Um diálogo com Hildo Honório do Couto. Coleção: Linguagem e Sociedade Vol. 4. Campinas, SP: Pontes Editores, 2013.

COUTO, Elza Kioko Nakayama Nenoki do & Eliane Marquez da Fonseca Fernandes. Análise do discurso ecossistêmica (ADE): teoria e prática. Brasília: Programa de Pós-Graduação em Linguística / Universidade de Brasília, 2021.COUTO, Hildo Honório do. Linguística Ecossistêmica. Ecolinguística: Revista Brasileira de Ecologia e Linguagem, v. 01, n. 01, p. 47-81, 2015.

COUTO, Hildo Honório do. Ecolingüística: estudo das relações entre língua e meio ambiente. Thesaurus Editora, 2007.COUTO, Hildo Honório do. A linguagem rural da região de Major Porto, município de Patos de Minas (MG): Uma visão linguístico-ecossistêmica. Campinas: Pontes, 2021.

FLORES, Valdir do Nascimento. Introdução à linguística da enunciação – 2. Ed.; 4ª reimpressão. – São Paulo: Contexto, 2017.

PAULA, Luciane de. Círculo de Bakhtin: uma análise dialógica de discurso. Revista de Estudos da Linguagem, p. 239-257, 2013.NAESS, Arne. Ecology, community and lifestyle. Cambridge: Cambridge University Press, 1989.

TEIXEIRA, Marlene; FLORES, Valdir. Linguística da Enunciação: uma entrevista com Marlene Teixeira e Valdir Flores. ReVEL, v. 9, n. 16, 2011.

Downloads

Publicado em

12 de outubro de 2022

Como Citar

ASSIS, M. M.; COUTO, E. K. N. N. do. Um possível diálogo entre a Linguística da Enunciação e a Ecolinguística. Revista Letras Raras, Campina Grande, v. 11, n. 3, p. 110–122, 2022. DOI: 10.5281/zenodo.8152651. Disponível em: https://revistas.editora.ufcg.edu.br/index.php/RLR/article/view/873. Acesso em: 13 abr. 2024.

Seção

Artigos