Reflexões acerca da proficiência em língua inglesa por professores em formação: impacto e efeito retroativo do Programa Idiomas sem Fronteiras

Autores

  • Melissa Alves Baffi-Bonvino Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”
  • Giovanna Delgadinho Casanova Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”
  • Marina Santana Zorzetto Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”
Palavras-chave: Impacto, Proficiência, Idioma sem Fronteiras

Resumo

DOI: https://dx.doi.org/10.35572/rlr.v6i1.796   Este estudo se propõe investigar o impacto do Programa Idiomas sem Fronteiras sobre alunos de Licenciatura em Letras de uma universidade pública brasileira. Dada a repercussão midiática em torno de questões como a proficiência em língua inglesa apresentada por estudantes em nível de graduação e os programas governamentais Ciência sem Fronteiras e Idiomas sem Fronteiras (IsF), mais especificamente, faz-se necessário abordar conceitos como competência e proficiência, impacto e efeito retroativo no processo de ensino e aprendizagem de língua estrangeira. Desse modo, este estudo tem por objetivo apresentar referenciais teóricos envolvidos na temática da questão do impacto exercido na proficiência em língua estrangeira de professores de língua inglesa em formação, pelo programa Idiomas sem Fronteiras. Os dados aqui apresentados derivam de resultados obtidos a partir das percepções dos alunos acerca da proficiência em língua inglesa, que participaram de um curso preparatório com vistas às propostas do programa IsF. A pesquisa se caracteriza como etnográfico-interpretativista, por analisar uma comunidade e sua cultura por meio de dados gerados pela aplicação de questionários sobre a questão da proficiência e seus aspectos, bem como sobre estratégias utilizadas no contexto. Os resultados indicam que os participantes da pesquisa apresentam consciência de suas limitações relacionadas à proficiência em língua inglesa e o interesse na sustentação dos objetivos do programa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Melissa Alves Baffi-Bonvino, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”

Doutora em Estudos Linguísticos, Docente no Departamento de Letras Modernas, Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, São José do Rio Preto, SP.

Giovanna Delgadinho Casanova, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”

Aluna de Graduação do curso Bacharelado em Letras com Habilitação em Tradução, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, São José do Rio Preto, SP.

Marina Santana Zorzetto, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”

Aluna de Graduação do curso Bacharelado em Letras com Habilitação em Tradução, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, São José do Rio Preto, SP.

Downloads

Publicado em

17 de outubro de 2023

Como Citar

BAFFI-BONVINO, M. A. .; CASANOVA, G. D. .; ZORZETTO, M. S. . Reflexões acerca da proficiência em língua inglesa por professores em formação: impacto e efeito retroativo do Programa Idiomas sem Fronteiras. Revista Letras Raras, Campina Grande, v. 6, n. 1, p. 128–150, 2023. Disponível em: https://revistas.editora.ufcg.edu.br/index.php/RLR/article/view/1648. Acesso em: 17 abr. 2024.

Seção

Impacto do Programa Idiomas sem Fronteiras na formação de professores de línguas estrangeiras no Brasil