O Programa Idiomas sem Fronteiras e a formação de professores de inglês na UFBA: objetivos (inter)nacionais em práticas locais

Autores

  • Fernanda Mota Pereira Universidade Federal da Bahia
Palavras-chave: Professores, Formação, Internacionalização, Idiomas sem Fronteiras

Resumo

DOI: https://dx.doi.org/10.35572/rlr.v6i1.797

O Núcleo de Línguas (NucLi), no âmbito do Programa Idiomas sem Fronteiras, foi implementado na Universidade Federal da Bahia (UFBA) em 2015. Na época de sua implementação, foram sentidos os efeitos de suas ações na consolidação do processo de internacionalização da universidade com reflexos na concepção dos propósitos de cursos de idiomas, na ampliação de oportunidades de acesso ao aprendizado de línguas estrangeiras e na formação dos professores. Este artigo tem como objetivo sublinhar as contribuições do Programa Idiomas sem Fronteiras para substanciar e suplementar a formação de novos professores ao trazer às sessões de formação reflexões sobre os propósitos de ensino de inglês para fins acadêmicos – o enfoque principal nas aulas do NucLi – e traduzir nas aulas particularidades que equacionam objetivos (inter)nacionais e perfis bem como necessidades dos estudantes em práticas locais, mas não menos globais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Mota Pereira, Universidade Federal da Bahia

Professora do Departamento de Letras Germânicas da Universidade Federal da Bahia.

Downloads

Publicado em

17 de outubro de 2023

Como Citar

PEREIRA, F. M. . O Programa Idiomas sem Fronteiras e a formação de professores de inglês na UFBA: objetivos (inter)nacionais em práticas locais. Revista Letras Raras, Campina Grande, v. 6, n. 1, p. 151–165, 2023. Disponível em: https://revistas.editora.ufcg.edu.br/index.php/RLR/article/view/1649. Acesso em: 17 abr. 2024.

Seção

Impacto do Programa Idiomas sem Fronteiras na formação de professores de línguas estrangeiras no Brasil