Notícia e ficção: rubricas entrelaçadas em O Recreio (Lisboa, 1836)

Autores

Palavras-chave: Imprensa periódica portuguesa, Século XIX, Jornal “O Recreio”, Rubrica, Ficção

Resumo

DOI: https://dx.doi.org/10.35572/rlr.v8i0.1586

A biblioteca do Real Gabinete Português de Leitura, no Rio de Janeiro, conserva, em sua versão impressa, o tomo II do mensário O Recreio, jornal das famílias (1836), periódico ilustrado que traz uma grande variedade de assuntos aos leitores, desde notícias a pequenos contos. No conteúdo, destacam-se uma “Sentença” e um “Processo”, longos textos jurídicos expostos com linguagem e elementos da narrativa de ficção, que dialogam entre si e com outras rubricas do jornal, apesar da separação espacial e temporal das publicações. A partir da leitura das fotografias do periódico, tiradas no local, e auxiliados por Tengarrinha (1989), Rodrigues (1998) e Thérenty (2007, 2015), faremos uma análise da relação entre esses textos publicados n’O Recreio, com vistas à melhor compreensão do uso das técnicas da narrativa de ficção nos jornais oitocentistas. As pesquisas iniciais que geraram este texto ocorreram em período de estágio de pós-Doutorado, no IBILCE/UNESP-Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Simone Cristina Mendonça, Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará

Doutora em Teoria e História Literária pela Unicamp (2007). Professora de Estudos Literários na
Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará – Unifesspa, na cidade de Marabá, estado do Pará.

Referências

ARISTÓTELES, HORACIO, LONGINO. A poética clássica. Trad. Jaime Bruna. 12ª Edição. São Paulo: Cultrix, 2005.

CANAVARRO, P. “Bibliografia Sinóptica das obras impressas”. In: CANAVARRO, P. (Coord). Imprensa Nacional. Actividade de uma casa impressora. Vol. I 1768-1800. Lisboa: Imprensa Nacional Casa da Moeda, 1975. pp. 73-244.

ONCKEN, G. (dir.). História Universal. Barcelona: Montaner y Simon editores, 1894. Consultado em 01/02/2016, na versão digital disponível em:

.

PROPP, V. Morfologia do conto. Trad. Jaime Ferreira e Vítor Oliveira. 5ª Edição. Lisboa: Vega, 2003.

RODRIGUES, E. Mágico Folhetim: Literatura e jornalismo em Portugal. Lisboa: Editorial Notícias, 1998.

TENGARRINHA, J. História da imprensa periódica portuguesa. Lisboa: Ed. Caminho, 1989.

THÉRENTY, M. La litterature au quotidien: Poétiques journalistiques au XIXe siècle. Paris: Ed. Le Seuil, 2007.

______. O longo e o cotidiano. Sobre a dilatação midiática dos romances nos séculos XIX e XX. Trad. Pedro Paulo Garcia Ferreira Catharina. Revista Interfaces, Rio de Janeiro, Vol. 1, Número 22, pp. 117-136, Janeiro-Junho, 2015.

http://www.cla.ufrj.br/images/docs/interfaces/split/22/08_o%20longo%20e%cotidiano.pdf>, consulta em 30/09/2015.

O Recreio. Jornal das famílias. Tomo II. Lisboa. Na Imprensa Nacional. 1836. (Real Gabinete Português de Leitura. 39Q36).

Downloads

Publicado em

9 de outubro de 2023

Como Citar

MENDONÇA, S. C. . Notícia e ficção: rubricas entrelaçadas em O Recreio (Lisboa, 1836). Revista Letras Raras, Campina Grande, v. 8, n. Especial, p. Port. 113– 123 / Eng. 115, 2023. Disponível em: https://revistas.editora.ufcg.edu.br/index.php/RLR/article/view/1413. Acesso em: 13 abr. 2024.

Seção

Trânsitos, Trocas e Transferências culturais