Para além do pornográfico: uma história dos jornais eróticos brasileiros do grande século XIX

Autores

Palavras-chave: História da Literatura, Pornografia, Impressos de Oitocentos, História Cultural

Resumo

DOI: https://dx.doi.org/10.35572/rlr.v8i0.1571

Analisamos a pornografia nos impressos brasileiros do grande século XIX com o objetivo de identificar o modo como a pornografia foi tomada em seu contexto de produção e circulação nos jornais pornográficos, partindo do lugar no qual o historiador da leitura e da literatura considera a apropriação e a representação do discurso de uma dada época. Essa identificação é possível se considerarmos os estudos da História da Literatura, bem como alguns conceitos da História Cultural como a noção de representação, apropriação, prática de leitura e comunidade leitora. Percebemos que a apropriação da pornografia nos impressos de oitocentos não se limita a sua função de excitar o leitor, pois no caso do jornal O Riso, nosso principal objeto de estudo, a pornografia aparece como instrumento de ataque político ao governo da época. Para verificarmos essa apropriação, foi necessário compreender os possíveis diálogos entre os jornais pornográficos do grande século XIX no tempo de sua enunciação, revelando elementos que nos permitem entender a representação de uma parte da comunidade leitora de oitocentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Natanael Duarte de Azevedo, Universidade Federal da Paraíba

Doutor em Letras pelo Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL) da Universidade Federal da
Paraíba. Atualmente é professor Adjunto da Unidade Acadêmica de Educação a Distância e Tecnologia
(UEADTec) da Universidade Federal Rural do Pernambuco.

Referências

AZEVEDO, Natanael Duarte de. Trajetórias pornográficas: O Riso pronto para o ataque, uma história dos jornais eróticos brasileiros. 2015. 218 p. Tese (doutorado) - Programa de Pós-Graduação em Letras (UFPB), João Pessoa, 2015.

BARBOSA, Socorro de Fátima Pacífico. Literatura e periódicos no século XIX: perspectivas históricas e teóricas. Porto Alegre: Nova Prova, 2007a.

BARBOSA, Marialva. História Cultural da Imprensa: Brasil, 1900-2000. Rio de Janeiro: Mauad X, 2007b.

CARVALHO, José Murilo de. Os bestializados: o Rio de Janeiro e a República que não foi. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano. Artes de fazer. ed 19. Trad. Ephraim Ferreira Alves. Petrópolis: Vozes, 2012.

CRUZ, Karla Janaina C. Cultura Impressa e Prática Leitora Protestante nos Oitocentos. 2014. 261 p. Tese (doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Linguística (UFPB), João Pessoa, 2014.

DELUMEAU, Jean. O pecado e o medo: a culpabilização no ocidente (séculos 13-18). Vol. 1. Trad. de Álvaro Lorencini. Bauru, SP: EDUSC, 2003.

EL FAR, Alessandra. “Crítica social e ideias médicas nos excessos do desejo: uma análise dos “romances para homens” de finais do século XIX e início do XX”. In: Cadernos Pagu, n. 28, jan-jun, 2007, p. 285-312.

IVO, Lêdo. João do Rio: cadeira 26, ocupante 2. ed. Rio de Janeiro: Imprensa Oficial de São Paulo, 2012. (Série Essencial, n. 4, Academia Brasileira de Letras).

LOBO, Eulalia Maria Lahmeyer et al. Evolução de preços e padrão de vida no Rio de Janeiro, 1820-1930 – resultados preliminares. Rev. bras. Econ., Rio de Janeiro, 25(4), p. 235-266, Out./Dez. 1971. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rbe/article/download/67/6249. Acessado em 12/03/2019.

MAINGUENEAU, Dominique. O Discurso Pornográfico. Trad. Marcos Marcionilo. São Paulo: Parábola Editorial (Série Lingua[gem], n. 42), 2010.

ROUDINESCO, Elizabeth. A parte obscura de nós mesmos. Trad. André Telles. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2008.

SEVCENKO, Nicolau. Literatura como missão: tensões sociais e criação cultural na Primeira República. 2 ed. São Paulo: Companhia da Letras, 2003.

SODRÉ, Nelson Werneck. História da imprensa no Brasil. São Paulo: INTERCOM; Porto Alegre: EDIPUCRS, 2011.

Downloads

Publicado em

9 de outubro de 2023

Como Citar

AZEVEDO, N. D. de . Para além do pornográfico: uma história dos jornais eróticos brasileiros do grande século XIX. Revista Letras Raras, Campina Grande, v. 8, n. Especial, p. Port. 52– 66/ Eng. 53, 2023. Disponível em: https://revistas.editora.ufcg.edu.br/index.php/RLR/article/view/1408. Acesso em: 13 abr. 2024.

Seção

Trânsitos, Trocas e Transferências culturais