Por una memoria de la subversión: la condición de exilio delcuerpo travesti en “La voz de la consciencia”, de Atena Beauvoir

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.8047975
Palavras-chave: Exílio, Corpo, Violência, Travestilidade

Resumo

O presente artigo propõe uma discussão acerca da representação do corpo travesti na literatura, mais especificamente no conto “A voz da consciência”, presente no livro Contos Transantropológicos, de Atena Beauvoir. De maneira geral,lançaremos olhar à perspectiva de (r)existência que a autora nos apresenta, o qual tem como norte a construção dasubjetividade do corpo travesti em meio aos melindres da repressão das instituições sociais. Para isso utilizamosconceitos como os desenvolvidos por Lanz (2017), Jesus (2013) e Butler (2003) acerca das intersecção relativas àidentidade de gênero, como também as noções sobre o exílio colocadas por Said (2003), há também neste artigo alguns dos postulados desenvolvidos por Álos (2007) no quis diz respeito à poética queer, bem como as questõeslevantas por Gagnebin (2006) acerca das concepções as quais circundam a conceituação da memória, tais referências foram selecionadas a partir por dialogarem com a noção de inclusão e pluralidade no que diz respeito à literatura, aocorpo, ao discurso e à sociedade. Ressaltamos que o objetivo central desta pesquisa é identificar a condição de exíliona personagem travesti no conto mencionado. Pretendemos, com este estudo, levar a reflexões que minimizem, daforma que for possível, a discrepância de poder discursivo entre os que estão dentro e fora do âmbito acadêmico e, principalmente, trazer à tona vivências subalternas e torná-las, mesmo que de maneira sintética, o foco da discussão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

MENEZES, Maria Isabela Berenguer de. ANDRADE, Brenda Carlos de. AZEVEDO, Natanael Duarte de. Por una memoria de la subversión: la condición de exilio del cuerpo travesti en “La voz de la consciencia”, de Atena Beauvoir. Revista Letras Raras. Campina Grande, v. 11, n. 4, p. 94-118, dez. 2022.

Downloads

Publicado em

29 de dezembro de 2022

Como Citar

BERENGUER DE MENEZES, M. I.; CARLOS DE ANDRADE, B.; DUARTE DE AZEVEDO, N. Por una memoria de la subversión: la condición de exilio delcuerpo travesti en “La voz de la consciencia”, de Atena Beauvoir. Revista Letras Raras, Campina Grande, v. 11, n. 4, p. 94–118, 2022. DOI: 10.5281/zenodo.8047975. Disponível em: https://revistas.editora.ufcg.edu.br/index.php/RLR/article/view/761. Acesso em: 19 abr. 2024.

Seção

Artigos de temas livres