Silviano Santiago: ferocidades intelectuais

Autores

  • Pedro Henrique Alves de Medeiros UFMS
  • Edgar César Nolasco UFMS
Palavras-chave: Crítica biográfica fronteiriça, Autoficção, Cultura, Silviano Santiago, Intelectual

Resumo

DOI: https://dx.doi.org/10.35572/rlr.v6i2.784

Este trabalho tem por objetivo traçar um paralelo teórico-conceitual entre a capa do livro Machado (2016) do intelectual Silviano Santiago com o seu texto literário e, sobretudo, com a inscrição biográfica do autor nas relações culturais erigidas pelos discursos artísticos, quer sejam eles imagéticos ou literários. A inscrição do eu, as relações culturais contemporâneas traçadas pelo escritor e a diluição das fronteiras disciplinares como sintoma das teorias culturalistas são temáticas (re)correntes das nossas assertivas. Desse modo, na esteira do recorte epistemológico supracitado, é substancial que o lugar de onde erigimos nossas teorizações seja marcado, isto é, a fronteira-Sul que é um lócus geoistórico tanto de aproximação, quanto de distanciamento. Uma região alocada na exterioridade dos eixos críticos hegemônicos, mas que, por sua vez, está em constante produção intelectual pensando teorias que possam dar conta dessas produções artísticas que demandam epistemologias outras que não as exportadas de grandes centros urbanos mundiais (BHABHA, 2013) e aglutinadas nas margens do planeta. Nesse sentido, o trabalho se sustenta teoricamente pela crítica biográfica fronteiriça proposta, essencialmente, por Edgar Cézar Nolasco, além de outros teóricos que corroboram a discussão, entre eles Eneida Maria de Souza, Walter Mignolo, Edward W. Said, Diana Klinger e Jovita Maria Gerheim Noronha. Assim, algumas das obras utilizadas são: Crítica cult (2002), Janelas indiscretas (2011), “Teorizar é metaforizar” (2016), Histórias locais/projetos globais (2003), Representações do intelectual (2005), Escritas de si, escritas do outro (2012), Ensaios sobre autoficção (2014) e “Meditações sobre o ofício de criar” (2008).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Henrique Alves de Medeiros, UFMS

Graduando pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul – UFMS, Campo Grande, Mato Grosso
do Sul, Brasil.

Edgar César Nolasco, UFMS

Doutor pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul – UFMS, Campo Grande, Mato Grosso do
Sul, Brasil.

Referências

BHABHA, Homi K. O local da cultura. Trad. Myriam Ávila, Eliana Lourença de Lima Reis, Gláucia Renate Gonçalves. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2013.

CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS: SILVIANO SANTIAGO: uma homenagem. v. 6, n. 11. Campo Grande: Editora UFMS, 2014.

KLINGER, Diana. Escritas de si, escritas do outro: o retorno do autor e a virada etnográfica. Rio de Janeiro: 7Letras, 2012.

MIGNOLO, Walter. Histórias locais/projetos globais: colonialidade, saberes subalternos e pensamento liminar. 1ª ed. Trad. Solange Ribeiro de Oliveira. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2003.

NOLASCO, Edgar Cézar. Crítica biográfica fronteiriça (Brasil/Paraguai/Bolívia). In: CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS: Brasil/Paraguai/Bolívia. v. 7, n. 14. Campo Grande: Editora UFMS, 2015, p. 47-63.

NOLASCO, Edgar Cézar. Políticas da crítica biográfica. In: CADERNOS DE ESTUDOS CULTURAIS: crítica biográfica. v. 2, n. 4. Campo Grande: Editora UFMS, 2010, p. 35-50.

NORONHA, Jovita Maria Gerheim (org.). Ensaios sobre autoficção. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014.

ORTEGA, Francisco. Para uma política da amizade: Arendt, Derrida, Foucault. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2000.

SAID, Edward W. Representações do intelectual: as conferências de Reith de 1993. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

SANTIAGO, Silviano. “Meditações sobre o ofício de criar”. Disponível em: Acesso em 24 de agosto de 2017.

SANTIAGO, Silviano. Machado: romance. Rio de Janeiro: Companhia das Letras, 2016.

SOUZA, Eneida Maria de. Crítica cult. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2007.

SOUZA, Eneida Maria de. Janelas indiscretas: ensaios de crítica biográfica. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2011.

SOUZA, Eneida Maria de. Teorizar é metaforizar. In: CECHINEL, André (org.). O lugar da teoria literária. Criciúma: Ediunesc, 2016 p. 217-224.

Downloads

Publicado em

16 de outubro de 2023

Como Citar

MEDEIROS, P. H. A. de .; NOLASCO, E. C. . Silviano Santiago: ferocidades intelectuais. Revista Letras Raras, Campina Grande, v. 6, n. 2, p. 177–189, 2023. Disponível em: https://revistas.editora.ufcg.edu.br/index.php/RLR/article/view/1632. Acesso em: 17 abr. 2024.

Seção

Artigos de temas livres