À procura da morte: uma análise sobre A história de uma mãe, de Andersen

Autores

  • Daniela Maria Segabinazi Universidade Federal da Paraíba – UFPB
  • Jaine de Sousa Barbosa Universidade Federal da Paraíba – UFPB
Palavras-chave: Literatura Infantil, Morte, Contos de fadas, Andersen

Resumo

DOI: https://dx.doi.org/10.35572/rlr.v8i3.1240

Sabemos que o tema da morte é abordado em diversos textos, sejam eles para adultos ou crianças, e em diferentes perspectivas, que variam de acordo com o contexto e a época em que são produzidos. Um dos universos em que a morte é observada é o da Literatura Infantil e juvenil, principalmente nos contos de fadas, por terem sido considerados os primeiros textos destinados à infância, no século XVII. No presente artigo, analisaremos como se dá a construção e representação da morte em “História de uma mãe” (2012), de Hans Christian Andersen, afim de percebemos como se construiu um texto em que a morte aparece como personagem da trama e não como mero acessório. Para realização do trabalho, realizamos a leitura de alguns teóricos, como Ariès (2012), Paiva (2011), Azevedo (1999) e Coelho (2012), e traçamos um percurso acerca da morte na literatura de modo geral e na literatura infantil, mais especificamente, unindo-o com a análise do texto, que nos traz a morte representada como uma pessoa e mostra a trama de uma mãe que enfrenta uma série de obstáculos para livrar seu filho, até mesmo o de entrega-lo à morte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela Maria Segabinazi, Universidade Federal da Paraíba – UFPB

Profª. Draª. da Universidade Federal da Paraíba – UFPB, João Pessoa, Paraíba, Brasil.

Jaine de Sousa Barbosa, Universidade Federal da Paraíba – UFPB

Mestre em Letras pela Universidade Federal da Paraíba – UFPB, Campina Grande, Paraíba, Brasil

Referências

AGUIAR, Vera Teixeira de. A morte na literatura: da tradição ao mundo infantil. IN AGUIAR, V.T; CECCANTINI, L.J; MARTHA, A.A.P. (Orgs.) Heróis contra a parede: estudos de literatura infantil e juvenil. São Paulo: Cultura Acadêmica. ANEP, 2010.

ANDERSEN, Hans Christian. Contos de Hans Christian Andersen. Tradução de Silva Duarte. – São Paulo: Paulinas, 2011.

ARIÉS, Philippe. Sobre a história da morte no Ocidente desde a Idade Média. Tradução de Priscila Viana Siqueira. 2a ed. Lisboa: Teorema, 2012.

____________. História social da infância e da família. Tradução de Dora Flasksman. Rio de Janeiro: LTC, 2016.

AZEVEDO, Ricardo. Conto popular, literatura e formação de leitores. 2007. Disponível em: . Acesso em: 27/set/2018.

______. Literatura infantil: origens, visões da infância e certos traços populares. 1999. Disponível em: . Acesso em: 27/set/2018.

BETTELHEIM, Bruno. A psicanálise nos contos de Fadas. Tradução de Arlene Caetano. São Paulo: Paz & Terra, 2014.

CHARTIER, R. A história cultural: entre práticas e representações. Tradução Maria

Manuela Galhardo. Lisboa: Difel, 1990.

CHIAVENATO, Júlio José. A morte uma abordagem sociocultural. São Paulo : Moderna, 1998.

COELHO, Nelly Novaes. O conto de fadas. São Paulo : Editora Ática, 1984.

___________. A Literatura Infantil. São Paulo: Quíron, 1984.

DARNTON, R. O grande massacre de gatos, e outros episódios da história cultural francesa. Rio de Janeiro: Graal, 1986.

DUARTE, Silva. Andersen e a sua obra. Lisboa, Portugal, Livros Horizonte, 1995.

EAGLETON, Terry. Teoria da Literatura: Uma Introdução. Tradução de Waltensir Dutra. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

KOVÁCS, Maria Júlia. Morte e desenvolvimento humano. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1992.

LOTTERMANN, Clarice. Representações da morte na literatura infantil e juvenil brasileira. In: SILEL, 1, 2009, Uberlândia. Anais do SILEL. Uberlândia: EDUFU, 2009, p. 08-20.

MIRANDAI, Sonia Regina; LUCAII, Tania Regina de. O livro didático de história hoje: um panorama a partir do PNLD. In: Revista Brasileira de História, vol.24 no.48 São Paulo, 2004. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-01882004000200006>. Acesso em 20/out/2018.

PAIVA, Lucélia Elizabeth. A arte de falar da morte para crianças: a literatura infantil como recurso para abordar a morte com crianças e educadores. Aparecida-SP: Ideias & Letras,2011

RODRIGUES, José Carlos. Tabu da morte. Rio de Janeiro: Achiamé, 1983.

Downloads

Publicado em

10 de outubro de 2023

Como Citar

SEGABINAZI, D. M. .; BARBOSA, J. de S. À procura da morte: uma análise sobre A história de uma mãe, de Andersen. Revista Letras Raras, Campina Grande, v. 8, n. 3, p. Port. 272–291 / Eng. 269, 2023. Disponível em: https://revistas.editora.ufcg.edu.br/index.php/RLR/article/view/1437. Acesso em: 15 abr. 2024.

Seção

Artigos de temas livres