FORMAÇÃO DOCENTE NA PERSPECTIVA DO LETRAMENTO CIENTÍFICO

PRÁTICAS COM ARTIGOS, NOTÍCIAS DE DIVULGAÇÃO E PODCASTS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.8021665
Palavras-chave: Letramento Científico, Formação de Professores, Ensino de Língua Portuguesa, Gêneros textuais

Resumo

Neste artigo, apresentamos duas experiências de formação docente no viés do letramento científico, desenvolvidas com graduandos em Letras de uma universidade pública. As experiências envolveram atividades de produção de pesquisa no contexto escolar, com foco na escrita de artigos, leitura de artigos científicos sobre o ensino de Língua Portuguesa e produção de notícias de divulgação científica e podcasts para popularização dos resultados. Baseamo-nos em perspectivas teórico-metodológicas que concebem leitura e escrita como práticas sociais; além disso, enfatizamos a importância dos gêneros textuais como mediadores das atividades de linguagem. Os resultados mostram que as experiências permitiram aos graduandos se inserirem em efetiva prática de pesquisa na escola básica; além disso, a ação de divulgação científica promoveu consciência sobre o campo do Ensino de Língua Portuguesa como área legítima de pesquisa cientifica, além de maior aproximação com o aparato teórico-metodológico deste campo. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

profissional. In: ANDRÉ, Marli (Org.). Práticas inovadoras na formação de professores. Campinas-SP: Papirus, 2016. p.17-34.

ANDRÉ, M. E. D. (Org.). O papel da pesquisa na formação e na prática dos professores. 12ª ed. São Paulo: Papirus, 2012.

ASSIS, J. A.; KOMESU, F.; POLLET, M. C. A formação do leitor no contexto da desinformação e das fake news: desafios para os estudos de letramentos na pandemia da covid-19 e além. Revista Scripta, v. 25, n. 54, p. 9-38, 30 nov. 2021.

AZEVEDO, B. D.; BARBOSA, G. O.; DOMINGUES, M. C. B. Integração oralidade e letramento na escola básica: uma experiência de construção de revista temática na perspectiva do letramento científico. In: MAGALHÃES, T. G.; FERREIRA, C. S. (Orgs) Oralidade, formação docente e ensino de Língua Portuguesa. Araraquara: Editora Letraria, 2019.

BENFICA, M. F. B. Atividades de retextualização em livros didáticos de português: estudo dos aspectos linguístico-discursivos dos gêneros implicados. Tese de doutorado. FALE/UFMG - Belo Horizonte, 2013.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Brasília: MEC. 2018. Disponível em: < http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_18jun_site.pdf > Acesso 18 junho 2019.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução CNE/CP nº 2, de 1º de julho de 2015. Brasília: Conselho Nacional de Educação. Disponível em: http//portaldomec.gov.br Acesso em: 22 ago. 2019.

BRONCKART, J. P. Atividades de Linguagem, textos e discursos: por um interacionismo sociodiscursivo. São Paulo: EDUC, 1999.

BRONCKART, J. P. Atividades de linguagem, discurso e desenvolvimento humano. Campinas: Mercado das Letras, 2006.

CORDEIRO, A. A.; MAGALHÃES, T. G. Uma análise de atividade com gênero da esfera científica em livros didáticos de língua portuguesa. In: ANAIS da III Semana da Faced. Juiz de Fora, 2016, p. 948-973.

DEMO, P. Educar pela pesquisa. 10 ed. Campinas: Autores Associados, 2015.

DIOLINA, K.; BUENO, L. Os letramentos na formação inicial do professor: o que revelam as diretrizes curriculares nacionais. In: MORETTO, M.; WITTKE, C. I.; CORDEIRO, G. S. (Orgs). Dialogando sobre as transformações docentes: discursos sobre a formação inicial e final. Campinas: Mercado de Letras, 2018, v. 1, p. 93-126.

FAGUNDES, T. B. Os conceitos de professor pesquisador e professor reflexivo: perspectivas do trabalho docente. Revista Brasileira de Educação. Rio de Janeiro, v. 21, n. 65, p. 281-298, abr. 2016. Disponível em

<http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-24782016000200281&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em 12 mar. 2023.

https://doi.org/10.1590/S1413-24782016216516.

FISCHER, A. Letramento acadêmico. Entrevista feita com a Profa. Dra. Adriana Fischer, por Tânia Magalhães e Joaquim Castro. 2021. Grupo de Pesquisa Linguagem, Ensino e Práticas Sociais. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=U0Dj5XuHBbY&t=1953s> Acesso em: jun 2021.

GARCIA-REIS, A. R. Práticas de linguagem na formação dos professores de Língua Portuguesa: uma perspectiva de análise do Projeto Pedagógico do curso de Letras. Revista Veredas de Estudos Linguísticos, v. 21, nº 3, p.246-260, 2017.

GARCIA-REIS, A. R.; MAGALHÃES, T. G. As experiências de escrita na formação de professores de Língua Portuguesa: uma prática no curso de Letras da UFJF. In: GARCIA-REIS, A. R.; MAGALHÃES, T. G. (Orgs). Letramentos e práticas de ensino. Campinas: Editora Pontes, 2016, v. 1, p. 35-52.

GATTI, B. A. Formação de professores no Brasil: características e problemas. Revista Educação e Sociedade. Campinas, v. 31, n. 113, p. 1355-1379, out.-dez. 2010.

GATTI, B. A.; BARRETTO, E. S. de S.; ANDRÉ, M. E. D. A de; ALMEIDA, P. C. A de. Professores do Brasil: novos cenários de formação. Brasília: UNESCO, 2019.

JUIZ DE FORA. Secretaria de Educação. Proposta Curricular de Língua Portuguesa. JUIZ DE FORA (MG): 2020. Disponível em: https://www.pjf.mg.gov.br/secretarias/se/escolas_municipais/curriculos/arquivos/2020/lingua_portuguesa.pdf Acesso em: jan 2023.

KERSCH, D. F.; GUIMARÃES, A. M. M. A construção de projetos didáticos de leitura e escrita como resultado de uma proposta de formação continuada cooperativa. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, v. 12, n. 3, p. 533-556, 2012. Disponível em https://www.scielo.br/j/rbla/a/Dmz88gFx4Tn8bjWJSnMFZGj/abstract/?lang=pt Acesso em mar 2022

LUDKE, M.; OLIVEIRA, A. T. C. C.; CRUZ, G. B.; BOING, L. A.; SCHAFFEL, S. L. O que conta como pesquisa? São Paulo: Cortez, 2009.

LUDKE, M. A complexa relação entre o professor e a pesquisa. In: ANDRÉ, M. E. D. (Org.). O papel da pesquisa na formação e na prática dos professores. 12ª ed. São Paulo: Papirus, 2012. p. 27-69.

MAGALHÃES, T. G. Gêneros orais e ensino: relações entre currículo e sala de aula. Ciclo de Palestras: Práticas de Linguagem e Literatura na BNCC. Universidade Federal do Recôncavo Baiano. Disponível online (Youtube). 2021. https://www.youtube.com/watch?v=Fdg_oBpzU7o&list=PLJt36Ven4acTSC7pDziPiWpWkZjTAoylC&index=7&t=337s

MAGALHÃES, T.G.; BUENO, L.; STORTO, L. J.; COSTA-MACIEL, D. A. G. Um decálogo para a inserção da oralidade na formação docente. Revista Veredas de Estudos Linguísticos. v.26, n.1, 2022. Disponível em https://periodicos.ufjf.br/index.php/veredas/article/view/37776 Acesso em jan 2023

MAGALHÃES, T. G.; COSTA-MACIEL, D. A. G. Retextualização na Base Nacional Comum Curricular: das proposições às estratégias didáticas para tratar da relação fala-escrita. In: RODRIGUES, S. G. C.; LEAL, T. F. (Org.). A BNCC em foco: discussões sobre ensino de língua portuguesa. Campinas: Editora Pontes, 2021, p. 155-180.

MAGALHÃES, T. G.; CRISTOVÃO, V. L. L. Letramento científico, gêneros textuais e ensino de línguas: uma contribuição na perspectiva do interacionismo sociodiscursivo. Raído - Revista do Programa de Pós-Graduação em Letras da UFGD, [S. l.], v. 12, n. 30, p. 52–72, 2018. DOI: 10.30612/raido.v12i30.9382. Disponível em: https://ojs.ufgd.edu.br/index.php/Raido/article/view/9382. Acesso em: 25 maio. 2023.

MAGALHÃES, T. G.; FONSECA, T. V.; DALAMURA, A. C. S. R. Gêneros textuais e

linguagem científica em livros didáticos de Língua Portuguesa dos anos iniciais do Ensino Fundamental. Caminhos em Linguística Aplicada, v. 19, n. 2, p. 68-100, 2018. Disponível em: http://periodicos.unitau.br/ojs/index.php/caminhoslinguistica/article/view/2584 Acesso em: abr 2022.

MAGALHÃES, T. G.; GARCIA-REIS, A. R. Escrita e formação docente: desafios na prática de escrita na formação inicial para a docência em Língua Portuguesa. Revista Raído, [S. l.], v. 11, n. 27, p. 206–223, 2017. DOI: 10.30612/raido.v11i27.5605. Disponível em: https://ojs.ufgd.edu.br/index.php/Raido/article/view/5605. Acesso em: 13 mar. 2023.

MAGALHÃES, T. G.; GARCIA-REIS, A. R. Letramento acadêmico-profissional: compreensões dos licenciandos em Letras sobre a educação linguística. Revista Horizontes, v. 40, p. 1-27, 2022. Disponível em https://revistahorizontes.usf.edu.br/horizontes/article/view/1218 Acesso em jan 2023.

MARCUSCHI, E. A escrita do gênero memórias literárias no espaço escolar: desafios e possibilidades. Cadernos Cenpec. São Paulo, v.2, n.1, p.47-73, julho 2012. Disponível em https://cadernos.cenpec.org.br/cadernos/index.php/cadernos/article/view/92 Acesso em jan 2023.

MOTTA-ROTH, D. Letramento científico: sentidos e valores. Notas de Pesquisa, Santa Maria, RS, v.1, p.12-25, 2011.

NÓVOA, A. Firmar a posição como professor, afirmar a profissão docente. Cadernos de pesquisa, v.47, nº.166, p.1106-1133, out./dez. 2017.

OLIVEIRA, L. C.; MAGALHÃES, T. G. Uma análise do Fundo de Apoio à Pesquisa em Educação Básica (FAPEB) na perspectiva do letramento científico. Revista Interfaces. vol. 13 n. 2, 2022. DOI 10.5935/2179-0027.20220033 Disponível em: https://revistas.unicentro.br/index.php/revista_interfaces/article/view/7142/5215 Acesso em: jan. 2023.

PESCE, M. K.; ANDRÉ, M. E. D. A. Formação do professor pesquisador na perspectiva do professor formador. Formação Docente – Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, [S. l.], v. 4, n. 7, p. 39–50, 2018. Disponível em: https://revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/62. Acesso em: 11 mar. 2023.

SAVIANI, D. Formação de professores: aspectos históricos e teóricos do problema no contexto brasileiro. Revista Brasileira de Educação. v. 14, 2009. Disponível em https://www.scielo.br/j/rbedu/a/45rkkPghMMjMv3DBX3mTBHm Acesso em jan. 2020.

SILVA, W. R. Letramento científico na formação inicial do professor. Revista Práticas de Linguagem, v. 6, especial - Escrita discente, p.08-23, 2016. Disponível em https://wagnerodriguesilva.com.br/labgram/adm/documentos/artigos_cientificos/ufjF-2016.pdf Acesso em abril 2023

SILVA, W. R. Educação científica como estratégia pedagógica para formação de professoras. Revista de Estudos Linguísticos. Programa de Pós-Graduação em Linguística. n. 23, vol. 2 (2019). Disponível em https://periodicos.ufjf.br/index.php/veredas/article/view/29504 Acesso em janeiro de 2020.

SILVA, W. R; CORDEIRO, M. R.; FARAH, B. F. ; MORAES, C. W. R. ; SOUSA, D. L. ; SILVA, L. L. S. ; MENDES, V. C. B. B. . Ciência nas licenciaturas? Linguagem: Estudos e Pesquisas, v. 22, p. 83-108, 2018.

STORTO, L. J.; COSTA-MACIEL, D. A. G.; MAGALHÃES, T. G. Gêneros orais da esfera científica na Base Nacional Comum Curricular. Revista Calidoscópio. Unisinos. (no prelo).

VIEIRA, D. S.; MAGALHÃES, T. G. Aula aberta: Gêneros da atividade científica na formação docente. 2021. Live. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=U_fwQNra61w&list=PL33RebZyu4AJbukZvD8CE-A0j1xN-uzeV&index=5

Downloads

Publicado em

10 de junho de 2023

Como Citar

MAGALHÃES, T. G. . FORMAÇÃO DOCENTE NA PERSPECTIVA DO LETRAMENTO CIENTÍFICO: PRÁTICAS COM ARTIGOS, NOTÍCIAS DE DIVULGAÇÃO E PODCASTS. Revista Leia Escola, Campina Grande, v. 23, n. 1, p. 82–102, 2023. DOI: 10.5281/zenodo.8021665. Disponível em: https://revistas.editora.ufcg.edu.br/index.php/leia/article/view/615. Acesso em: 22 maio. 2024.

Seção

Dossiê