O DESIGN DE SUPERFÍCIE E SUAS APLICAÇÕES NA ESTAÇÃO FERROVIÁRIA NOVA DE CAMPINA GRANDE-PB

Autores

Palavras-chave: Patrimônio ferroviário, Preservação, Design de superfície

Resumo

O artigo propõe realizar um estudo sobre o design de superfície de dois elementos marcantes que compõem a fachada principal da edificação que abrigou a Estação do Pátio ferroviário da Estação Nova da cidade de Campina Grande, agreste paraibano. Os dois elementos são um painel artístico cerâmico policromado, e um gradil trabalhado em ferro, que fazem parte da composição da edificação que possui estilo Art Déco. Infelizmente, a obra encontra-se em estado precário de conservação devido ao abandono do poder público em preservá-la, bem como, aos atos de vandalismo realizados por pessoas sem educação patrimonial, que não valorizam os bens culturais. Justifica-se trazer à tona tal discussão, pois os elementos compositivos que são vistos como “design de superfícies”, compõem o conjunto de atributos que valorizam a edificação, havendo a necessidade de documentá-los e estudá-los, como um dos passos iniciais para sua preservação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AFONSO, Alcilia; GOMES, Anderson; PIMENTEL, Juliana. Superfícies azulejares da arquitetura moderna residencial de Campina Grande-Pb. Revista Arquitetura e Lugar, v.1 n.2, 2023.

AFONSO, Alcilia. Os Pátios Ferroviários: resgate do patrimonio industrial urbano. o caso do Pátio Ferroviário da Estação Nova de Campina Grande, Paraíba. Em CAPITANICHI, Martí, GARDUÑO María Concepción Chong, RUIZ, Arturo Velázquez (coordinadores). Temas metropolitanos selectos: vivienda, espacio público y patrimonio / Daniel Rolando. Ciudad de México: Comunicación Científica, 2022.

AFONSO, Alcilia. Intervenção no patrimônio edificado industrial em proposta de turismo integrado regional: o pátio ferroviário da estação nova de Campina Grande. Paraíba. Brasil. Gijón: XXI Jornadas Internacionales de Patrimonio Industrial. INCUNA. 2019.

AFONSO, Alcilia. A relação da paisagem urbana com os antigos pátios ferroviários. O caso de Campina Grande. Paraíba. Gijón: XIX Jornadas Internacionales de Patrimonio Industrial – INCUNA 2017 a.

AFONSO, Alcilia. Pelas linhas do trem. Pelas linhas do tempo. O pátio ferroviário da Estação nova de Campina Grande. Belo Horizonte: IV Seminário Internacional da Academia de Escolas de Arquitetura e Urbanismo de Língua Portuguesa. 2017 b.

AZEVEDO, Rennam et al. Atos de Vandalismo às Pinturas Rupestres do Sítio Arqueológico em São Desidério-BA: Uma Análise da Conduta Desviada Frente a um Patrimônio Cultural da Humanidade. Journal of Law and Sustainable Development, v. 4, n. 1, p. 61-75, 2016.

CRESWELL, John W. Investigação Qualitativa e Projeto de Pesquisa-: Escolhendo entre Cinco Abordagens. Penso Editora, 2010.

DONDIS, D. Sintaxe da Linguagem Visual. São Paulo.Livraria Martins Fontes, 1997.

GOMES, Anderson Khallyl Farias. "Composição visual azulejar moderna de Campina Grande-PB: um levantamento dos painéis de 1960 a 1970." (2022). Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Campina Grande.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos da metodologia científica. In: Fundamentos da metodologia científica. 2010. p. 320-320.

RÜTHSCHILLING, Evelise Anicet. Design de Superfície. Rio Grande do Sul: Editora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2008.

VASCONCELOS, Camila Brito de. Memória gráfica brasileira: a percepção dos sistemas simbólicos e linguagens visuais dos ladrilhos hidráulicos em patrimônios religiosos tombados pelo IPHAN na cidade do Recife. 2014. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Pernambuco.

WONG, Wucius. Princípios de forma e desenho. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

Downloads

Publicado em

5 de setembro de 2023

Como Citar

AFONSO, A.; GOMES, A.; PIMENTEL, J. O DESIGN DE SUPERFÍCIE E SUAS APLICAÇÕES NA ESTAÇÃO FERROVIÁRIA NOVA DE CAMPINA GRANDE-PB. Revista Arquitetura e Lugar, Campina Grande, v. 1, n. 3, p. 23–39, 2023. Disponível em: https://revistas.editora.ufcg.edu.br/index.php/arql/article/view/1026. Acesso em: 24 abr. 2024.

Seção

Artigos