SUPERFÍCIES AZULEJARES DA ARQUITETURA MODERNA RESIDENCIAL DE CAMPINA GRANDE-PB

Autores

  • Alcília Afonso Doutora em projetos arquitetônicos pela ETSAB UPC, Professora Adjunta do curso de Arquitetura e urbanismo da UFCG https://orcid.org/0000-0002-6344-9329
  • Anderson Gomes Mestre em Design pela UFCG ; Pesquisador do Grupo de Pesquisa Arquitetura e Lugar | GRUPAL
  • Juliana Pimentel Mestra em Design pela UFCG ; Pesquisadora do Grupo de Pesquisa Arquitetura e Lugar | GRUPAL
Palavras-chave: painéis azulejares, arquitetura moderna, design de superfície, linguagem visual

Resumo

Os painéis azulejares podem ser compreendidos como elementos preservadores da herança cultural portuguesa, e graças as transformações dos seus grafismos, este produto moldou-se a diversos contextos históricos, consagrando-se como elemento de representação cultural de diversas regiões. Partindo desta premissa, o presente trabalho busca contribuir com o aprofundamento sobre o conhecimento azulejar, mais especificamente no período moderno em Campina Grande-PB, debruçando-se sobre as composições azulejares, presentes em duas residências de autoria do arquiteto Geraldino Duda. Perante tal proposição, torna-se pertinente o uso do material, desenvolvido pelo grupo de pesquisa Arquitetura e lugar – GRUPAL – da universidade federal da campina grande (UFCG). Neste contexto, o aporte proveniente do material coletado, será discutido por meio do prisma do design de superfície, em conjunto com os aspectos pertinentes na esfera da linguagem visual, atuando de maneira exclusiva sobre as composições dos murais azulejares, no intento de compreender o conteúdo imagético que foi gerado a partir das compositiva identificadas, destacando os aspectos difundidos nas composições provenientes dos murais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AFONSO, A. A poética da construção residencial moderna campinense. Tectônica e modernidade. Manaus: 7º DOCOMOMO Norte Nordeste. 2017.

AFONSO, Alcilia. O trabalho do grupo de pesquisa arquitetura e lugar: Resgate da documentação da arquitetura moderna no agreste paraibano. Campina Grande. 1950-1980. Revista Jatobá, v. 2, 2020.

AFONSO, Alcilia; PEREIRA, Ivanilson Santos. Origem e consolidação da arquitetura moderna em Campina Grande/PB: personagens e projetos. 1950-1970. Revista Jatobá, v. 2, 2020.

AMORIM, Léa. A paisagem recriada: a sedução do processo recria memória na demolição do patrimônio histórico. In GURJÃO, Eliete Queiroz. Imagens multifacetadas da histórica de Campina Grande. Campina Grande: PMCG, 2000.

CRESWELL, J.W. Projeto de Pesquisa. Métodos qualitativo, quantitativo e misto. São Paulo: SAGE, 2010.

DONDIS, D. Sintaxe da Linguagem Visual. São Paulo.Livraria Martins Fontes, 1997.

FEITOSA, Adele Pereira. Composição visual no design de superfície: diretrizes para configuração de padronagens contínuas bidimensionais. 2019. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Pernambuco.

FREIRE, Adriana Leal de Almeida. Modernização e modernidade: uma leitura sobre a arquitetura moderna de Campina Grande (1940-1970). 2010. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo.

GOMES, A. K. F. COMPOSIÇÃO VISUAL DA OBRA AZULEJAR MODERNA DE CAMPINA GRANDE-PB: um levantamento dos painéis de 1960 a 1970. 2022. Dissertação (Mestrado em Design) – Universidade Federal de Campina Grande-PB, Centro de Ciências e Tecnologia, Unidade Acadêmica de Design, Programa de Pós-Graduação em Design. Campina Grande - Paraíba, 2022.

LUCCA, Gustavo Rogério. O DESMANCHE DO PATRIMÔNIO INDUSTRIAL NO CENTRO DE CRICIÚMA. ARQUITETURA•HISTÓRIA•PATRIMÔNIO, 2017. Disponível em: https://arquiteturahistoriaepatrimonio.wordpress.com/2017/10/14/o-desmanche-do-patrimonio-industrial-no-centro-de-criciuma/. Acesso em: 29/06/2022.

MENESES, Camilla T. AFONSO, Alcília. DOCUMENTAÇÃO DA ARQUITETURA MODERNA RESIDENCIAL EM CAMPINA GRANDE, PB: Um estudo sobre as residências de Geraldino Duda na década de 1960. Icomos Brasil. Belo Horizonte, 2016

SIMÕES, J. Azulejaria Portuguesa no Brasil (1500-1822). Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1990.

WANDERLEY, Ingrid M. Azulejo na arquitetura brasileira: os painéis de Athos Bulcão. São Paulo: Dissertação (Mestrado em Arquitetura), Universidade de São Paulo–USP, 2006.

WONG, Wucius. Princípios de forma e desenho. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

ZANCHETI, Silvio. Declaração de significância: um instrumento de salvaguarda do patrimônio arquitetônico. In: XII Congresso Internacional de Reabilitação do Patrimônio Arquitetônico e Edificado. 2014.

Downloads

Publicado em

1 de maio de 2023 — Atualizado em 19 de maio de 2023

Versões

Como Citar

AFONSO, A.; GOMES, A.; PIMENTEL, J. SUPERFÍCIES AZULEJARES DA ARQUITETURA MODERNA RESIDENCIAL DE CAMPINA GRANDE-PB. Revista Arquitetura e Lugar, Campina Grande, v. 1, n. 2, p. 44–60, 2023. Disponível em: https://revistas.editora.ufcg.edu.br/index.php/arql/article/view/451. Acesso em: 27 fev. 2024.

Seção

Artigos