A literatura e a formação do leitor: algumas considerações

Autores

  • Francisco das Chagas Souza Costa Universidade do Estado do Rio Grande do Norte
Palavras-chave: Leitor, Leitura, Literatura Infantojuvenil

Resumo

DOI: https://dx.doi.org/10.35572/rlr.v7i2.960

Estabelecer o contato do indivíduo com a língua escrita é, sem dúvida, condição sinequa non para que se possa constituir o leitor. A formação do leitor crítico foi o cerne da dissertação de mestrado em Letras (PROFLETRAS) realizada no CFP/UFCG. O trabalho que teve como título: “Monteiro Lobato e o leitor infantojuvenil: consensos, polêmicas e sugestões”, apresenta teorias e propostas no tocante à construção de um leitor proficiente. Nesse sentido, o presente artigo é parte de um conjunto de ideias que defendem a tese de que a literatura é imprescindível, desde a mais tenra idade, nesse processo no qual o ser humano lida com a palavra escrita. Ultrapassando o aspecto lúdico, o texto literário pode oferecer uma riqueza linguística e cultural imensurável. Desse modo, este trabalho traz uma breve reflexão acerca das nuances presentes no texto literário e a sua função, mais pragmática, quando se cogita construir um leitor com amplo discernimento e maior maturidade. O ônus dessa empreitada não deve se restringir ao contexto escolar, mas a conjuntura socioeconômica, na qual se está inserido, faz com que a sala de aula seja determinante no êxito da formação de indivíduos que possam ter a autonomia intelectual outorgada pela leitura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Francisco das Chagas Souza Costa, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Doutorando em Letras pelo programa de Pós-graduação em Letras da Universidade do Estado do Rio
Grande do Norte, Pau dos Ferros (RN), Brasil.

Downloads

Publicado em

14 de outubro de 2023

Como Citar

COSTA, F. das C. S. A literatura e a formação do leitor: algumas considerações. Revista Letras Raras, Campina Grande, v. 7, n. 2, p. 254–271, 2023. Disponível em: https://revistas.editora.ufcg.edu.br/index.php/RLR/article/view/1543. Acesso em: 13 abr. 2024.

Seção

Artigos de temas livres