n. 4 - 2024 - Dossiê: Literatura Comparada e Ensino de Literatura

02-01-2024

Proposta de Dossiê: Literatura Comparada e Ensino de Literatura

DESCRITIVO: Nas últimas décadas muitas foram as publicações voltadas para a Literatura Comparada no Brasil. Abordagens teóricas e análises de obras dão conta da riqueza da perspectiva comparativa e de seu caráter transdisciplinar. Aos destacados trabalhos de Carvalhal (1986)S, Sandrini (1997) e Coutinho (2003), que analisam a formação dos estudos comparados, somam-se a abertura para a crítica feminista, os estudos culturais/decoloniais e, mais recentemente, para o perspectivismo ameríndio e as escritas insurgentes. O estudo dos pontos de contatos e diferenças entre as literaturas de língua portuguesas, os diálogos literários interamericanos, mostraram-se profícuos na compreensão dos trânsitos estéticos e culturais entre nações tidas como periféricas, deslocando as noções de margem e centro, de nacional e transnacional. Pontualmente, os Congressos Internacionais da ABRALIC revelam os diferentes caminhos que a abordagem comparativa comporta, bem como sua fecundidade teórica e crítica. Por outro lado, inúmeros cursos de Letras, especializações e mesmo mestrados e doutorados ainda se ressentem da ausência da pesquisa comparativa. Um dos possíveis reflexos destas ausências é o fato de a abordagem comparativa, interdisciplinar e interartística, ter uma presença quase nula no contexto do ensino básico. Neste sentido, este dossiê pretende agregar pesquisas, experiências e propostas de abordagem comparativa na sala de aula de todos os níveis de ensino. Espera-se, deste modo, dar visibilidade a vivências que possam estar esquecidas e a propostas alternativas que contemplem as produções literárias minoritárias, que podem ajudar a implementar um trabalho mais dinâmico e plural da literatura na formação de leitores.

Palavras-chave: literatura comparada, ensino de literatura, formação de leitores.

Submissão: até 30 de maio de 2024
Publicação: setembro de 2024