ENTRE A TEORIA E A PRÁTICA LINGUÍSTICA

DA ALFABETIZAÇÃO AOS LETRAMENTOS ACADÊMICOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5281/zenodo.8416627
Palavras-chave: Linguística teórica e Aplicada, Alfabetização acadêmica, Atuação de professores, Física e Matemática

Resumo

Reforçando o caráter da Linguística Aplicada, esta pesquisa leva em conta o contexto real em que seu objeto de estudo surge, isto é, a sala de aula. Notamos muitas dificuldades dos alunos de Física e Matemática nas práticas de leitura e escrita acadêmicas. Então, tecendo reflexões linguísticas que enfatizam o limite entre a teoria e a prática (MOITA LOPES, 2006), objetivamos, procurando exemplificar o intento investigativo da Linguística Aplicada, analisar a percepção dos professores de Física e Matemática de uma instituição de ensino superior federal sobre sua atuação no processo de alfabetização acadêmica de seus alunos. A alfabetização acadêmica é compreendida como uma prática metodológica, no processo de ensino-aprendizagem das práticas de leitura e escrita, que favorece a inserção dos estudantes nos letramentos acadêmicos. Assim, defendemos a necessidade de atuação dos professores das diferentes áreas na orientação dessas práticas, considerando sua expertise em suas próprias esferas discursivas. Metodologicamente, esta pesquisa de caráter qualitativo-interpretativista fundamenta-se em Martelotta (2008), Robins (2005), Mussalin e Bentes (2011) e Lyons (1987), no que tange ao surgimento da Linguística; Moita Lopes (2006; 2013), Kleiman (2013) e Rajagopalan (2006), a respeito da Linguística Aplicada, assim como Carlino (2017; 2021) e Navarro (2018), sobre alfabetização acadêmica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BORTONI-RICARDO, Stella Maris. O professor pesquisador: introdução à pesquisa qualitativa. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

CARLINO, Paula. Alfabetización académica diez años después. Revista Mexicana de Investigación Educativa, v. 18, n. 57, p. 355-381, 2013.

CARLINO, Paula. Escrever, ler e aprender na universidade: uma introdução à alfabetização acadêmica. Tradução de Suzana Schwartz. Petrópolis, RJ: Vozes, 2017.

CARLINO, Paula. Escribir y ler en la universidad: responsabilidade compartida entre alunos, docentes e instituciones. In: Textos em Contexto: ler y escribir en la universidad. Buenos Aires, Argentina: Color Efe, 2021. p.5-21.

CUNHA, Angélica Furtado da Cunha. Funcionalismo. In: MARTELOTTA, Mário. Manual de Linguística. São Paulo: Contexto, 2008.

HYLAND, K. English for Academic Purposes. In: LEUNG, C.; STREET, B. (Eds.). The Routledge Companion to English Studies. London: Routledge, 2014.

KENEDY, Eduardo. Gerativismo. In: MARTELOTTA, Mário (Org.). Manual de Linguística. São Paulo: contexto, 2008.

KLEIMAN, Ângela B. Agenda de pesquisa e ação em Linguística Aplicada: problematizações. In: MOITA LOPES, Luiz Paulo da. (Org.). Linguística Aplicada na modernidade recente: festschrift para Antonieta Celani. São Paulo: Parábola Editorial, 2013.

LYONS, John. Linguagem e Linguística: uma introdução. Rio de Janeiro. LTC, 1987.

MARTELOTTA, Mário (org.). Manual de Linguística. São Paulo: contexto, 2008.

MOITA LOPES, Luiz Paulo da. Linguística aplica e vida contemporânea: problematização dos construtos que têm orientado a pesquisa. In: ________ (Org.). Por uma linguística aplicada Indisciplinar. São Paulo: Parábola Editorial, 2006.

MOITA LOPES, Luiz Paulo da. (Org.). Linguística Aplicada na modernidade recente: festschrift para Antonieta Celani. São Paulo: Parábola Editorial, 2013.

MUSSALIN, Fernanda; BENTES, Anna Christina. Introdução à linguística: fundamentos epistemológicos. 5. Ed. São Paulo: Cortez, 2011.

NAVARRO, F. Más allá de la alfabetización académica: las funciones de la escritura en educación superior. In: ALVES, M. A.; BORTOLUZZI, Iensen (Eds.). Formação de Professores: Ensino, linguagens e tecnologias. Porto Alegre, RS: Editora Fi, 2018. p. 13-49.

RAJAGOPALAN, Kanavillil. Repensar o papel da Linguística Aplicada. In.: MOITA LOPES, Luiz Paulo da. (Org.). Por uma Linguística Aplicada Indisciplinar. São Paulo: Parábola Editorial, 2006.

ROBINS, R. H. Pequena História da Linguística. Editora Ciência Moderna, 2005.

SAUSSURE, Ferdinand. Curso de Linguística Geral. São Paulo: Cultrix, 1975.

SILVA, Elizabeth Maria da. Resumo ou resenha, professora?. Campina Grande: EDUFCG, 2019.

STREET, Brian. Dimensões “Escondidas” na Escrita de Artigos Acadêmicos. Perspectiva, Florianópolis, v.28, n.2, p.541-567, 2010.

Downloads

Publicado em

23 de dezembro de 2022

Como Citar

DE MELO CORDEIRO EULÁLIO, M. ENTRE A TEORIA E A PRÁTICA LINGUÍSTICA: DA ALFABETIZAÇÃO AOS LETRAMENTOS ACADÊMICOS . Revista 15 de outubro, Campina Grande, v. 1, n. 1, p. 27–39, 2022. DOI: 10.5281/zenodo.8416627. Disponível em: https://revistas.editora.ufcg.edu.br/index.php/r15o/article/view/310. Acesso em: 13 abr. 2024.

Seção

Artigos